Manifesto da Juventude Franciscana

Imagem1

Em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, este documento contém o Manifesto da Juventude Franciscana do Brasil. Nós, jovens jufristas, cremos no amor que é a essência da vida, que se exprime de maneira VERTICAL, no relacionamento com Deus, que colocamos acima de tudo, e de maneira HORIZONTAL, no relacionamento dos irmãos de modo especial com os empobrecidos e oprimidos. (1Jo 4, 20-21). Queremos viver este compromisso de vida no contexto da Igreja da América Latina e da realidade presente, com seus grandes desafios à fé cristã, guiados pela vida e pela mística que São Francisco viveu, no cumprimento de nossa missão de leigos da Igreja.

1. Cremos que o AMOR é total, universal, permanente, prático, alegre, sacrificado, puro, humilde, generoso, sincero e compreensivo, e constitui o TUDO, ao redor do qual nos propomos construir com entusiasmo um mundo mais humano, onde haja fraternidade, justiça e paz.

2. Cremos no Deus de Amor que deixou sua condição divina e encarnou-se na condição humana, na pessoa de Jesus Cristo de Nazaré. Ele que continua em nosso meio como enviado do Pai, animando a Igreja com o Espírito Santo e oferecendo sua Palavra como Caminho, Verdade e Vida.

3. Cremos no Cristo pobre, humilde e crucificado que se identifica com os empobrecidos, marginalizados de nossa sociedade.

4. Acreditamos no ideal franciscano de vida e o propomos como forma atual de viver o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo e de fazer presentes e efetivos no mundo os verdadeiros valores cristãos, oferecendo uma visão própria e adequada de Deus, de Cristo, da Igreja, do Homem e do Mundo, manifestados de modo sublime na vida do Seráfico Pai São Francisco de Assis.

5. Queremos fundamentar nossa espiritualidade franciscana na experiência profunda do Deus vivo, de Jesus Cristo e seu projeto de vida sob a ação do Espírito Santo, fonte de vida e toda atividade libertadora, e em Maria – modelo dos cristãos – Mãe do Redentor, jovem, mulher, forte e corajosa.

6. Queremos viver os valores franciscanos da alegria, do minorismo, do fraternismo e da inserção no mundo, pois acreditamos que o franciscanismo tem seu fundamento na capacidade do cristão em assumi-lo plenamente.

7. Queremos cultivar a fé, a esperança, a caridade e a participação nos sacramentos da Igreja, adequando nossa vida ao Evangelho e trazendo o Evangelho para a vida, pois cremos que, somente desta forma, chegaremos a ser irmãos, construtores da autêntica fraternidade entre os homens.

8. Queremos cultivar uma atitude eclesial profunda e sincera, com o propósito de participar e contribuir para o crescimento da Igreja – povo de Deus em marcha – construindo o Reino nos caminhos da História.

9. Queremos ser uma presença consciente, desafiadora, na realidade onde vivemos, captando nela os anseios e busca da libertação, para sermos agentes na construção de uma nova sociedade. O mundo, cabe a nós salvá-lo, ou perdemos-nos com ele.

10. Queremos viver na solidariedade afetiva e efetiva com os pobres e humildes, defendendofendendo com amor e coragem, sua dignidade humana e cristã, num espírito de comunhão em prol da libertação.

11. Queremos dar ao mundo testemunho eloqüente de pobreza evangélica, através de uma atitude de austeridade de vida, que afasta de nós qualquer luxo e sensualidade que insulta a miséria e a fome de nossos irmãos.

12. Queremos colocar em comum aquilo que somos. Para tanto comprometemo-nos a manter constante contato em mútua comunicação de tudo o que se relacione com nossa vida de jovens, nossas aspirações, pesquisas e experiências, refletindo em comum o lugar e a responsabilidade que nos cabe no mundo.

13. Comprometemo-nos a viver, na JUFRA, a fraternidade, e guiados por este propósito, participar ativamente na vida de nosso núcleo, buscando assim, acompanhar e sustentar mutuamente nossa caminhada.

14. Declaramos nosso propósito de construir a unidade e de combater, em nós mesmos e no mundo, todo o individualismo e fechamento em si, com o objetivo de fazer acontecer a fraternidade universal, tomando parte com todos os irmãos na “construção da civilização do Amor”.

15. Declaramos nossa firme vontade de construir a justiça e a paz em nível pessoal, familiar, social e política, inspirando-nos nas exigências cristãs da caridade.

16. Propomo-nos lutar, com todas as forças, contra as situações alienadoras e egoísticas da exploração, do prazer, do consumismo e da violência, e mais e a favor daquilo que dá sentido à vida: a certeza da presença de Deus Justo e Bom no mundo.

17. Como testemunhas apostólicas, propomo-nos tomar consciência dos grandes problemas do mundo, de suas causas, aprofundando o estudo das correntes de pensamento, cultura e política. Temos consciência de que isso exige de nós oração, leitura sistemática do Evangelho, participação e engajamento na Igreja.

18. Assumimos as Diretrizes Pastorais da Igreja, concretizando-as através do nosso engajamento, comprometendo-nos a ser voz profética que anuncia a libertação integral do homem e denuncia todo abuso de poder e qualquer violência à vida e à dignidade da pessoa humana.

Conclusão: Esta é a vida que nós, jovens de JUFRA, apesar de nossa fragilidade, queremos viver. Concluímos, reafirmando que cremos no amor que vem de Deus, que está em nós, que está no nosso irmão, que está nas criaturas que nos rodeiam, e que nos conduz para uma visão otimista e esperançosa do mundo, do homem e da História. Guiados por São Francisco de Assis, reafirmamos nossa vontade de seguir o caminho de Cristo. A Ele, Rei imortal, honra e glória pelos séculos. Amém!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s